sexta-feira, setembro 22, 2006

A pena de morte

A pena de morte na história: A pena de morte existe desde que o homem surgiu no planeta, e foi utilizado nos mais diversos graus e registrado em vários documentos históricos
Até mesmo na propria Biblia. O pentateuco diz "Não matarás", Mas logo depois, Moisés mandou massacrar 23.000 adoradores do bezerro de ouro... Elias condenou a morte 800 sacerdotes e adoradores de Baal

Também há casos no mundo greco-romano, como o de Socrates, e o de Júlio César. O Império Romano foi o responsável por milhares de mortes de cristãos até o século 4, quando a Igreja Católica se estabeleceu. Aí começou uma caçada aos supostos bruxos e opositores da Igreja.


A pena de morte hoje: Hoje é muito comum a pena de morte em países islâmicos, onde é aplicado o apedrejamento. E até mesmo, nos Estados Unidos.
Fonte: Wikipédia


Vejamos o que o livro dos espiritos diz sobre isso
--> 760. A pena de morte desaparecerá um dia da legislação humana?
--> A pena de morte desaparecerá incontestavelmente e sua supressão assinalará um progresso da Humanidade. Quando os homens forem mais esclarecidos, a pena de morte será completamente abolida na Terra. Os homens não terão mais necessidade de ser julgados pelos homens. Falo de uma época que ainda está muito longe de vós.

--> 761. A lei de conservação dá ao homem o direito de preservar a sua própria vida; não aplica ele esse direito, quando elimina da sociedade um membro perigoso?
--> Há outros meios de se preservar do perigo, sem matar. É necessário, aliás, abrir e não fechar ao criminoso a porta do arrependimento.

--> 762. Se a pena de morte pode ser banida das sociedades civilizadas, não foi entretanto uma necessidade em tempos menos adiantados?
--> Necessidade não é o termo. O homem sempre julga uma coisa necessária quando não encontra nada melhor. Mas, à medida que se esclarece, vai compreendendo melhor o que é justo ou injusto e repudia os excessos cometidos nos tempos de ignorância, em nome da justiça.

--> 763. A restrição dos casos em que se aplica a pena de morte é um índice do progresso da civilização?
--> Podes duvidar disso? Não se revolta o teu Espírito lendo os relatos dos morticínios humanos que antigamente se faziam em nome da justiça e freqüentemente em honra à Divindade; das torturas a que se submetia o condenado e mesmo o acusado, para lhe arrancar, a peso de sofrimento, a confissão de um crime que ele muitas vezes não havia cometido? Pois bem; se tivesses vivido naqueles tempos acharias tudo natural, e talvez, tivesses feito o mesmo. É assim que o que parece justo numa época parece bárbaro em outra. Somente as leis divinas são eternas. As leis humanas modificam-se com o progresso. E se modificarão ainda, até que sejam colocadas em harmonia com as leis divinas

--> 764. Jesus disse: "Quem matar pela espada perecerá pela espada". Essas palavras não representam a consagração da pena de talião? E a morte imposta ao assassino não é a aplicação dessa pena?
--> Tomai tento! Estais equivocados quanto a estas palavras, como sobre muitas outras. A pena de talião é a justiça de Deus; é ele quem a aplica. Todos vós sofreis a cada instante essa pena, porque sois punidos naquilo em que pecais, nesta vida ou noutra. Aquele que fez sofrer o seu semelhante estará numa situação em que sofrerá o mesmo. É este o sentido das palavras de Jesus. Pois não vos disse também: "Perdoai aos vossos inimigos"? E não vos ensinou a pedir a Deus que perdoe as vossas ofensas da maneira que perdoastes, ou seja, na mesma proporção em que houverdes perdoado? Compreendei bem isso.

--> 765. Que pensar da pena de morte imposta em nome de Deus?
--> Isso equivale a tomar o lugar de Deus na prática da justiça. Os que agem assim revelam quanto estão longe de compreender a Deus e quanto têm ainda a expiar. É um crime aplicar a pena de morte em nome de Deus, e os que o fazem são responsáveis por esses assassinatos.


Se uma pessoa mata um assassino, essa pessoa não passará de um outro assassino... E, além disso, Vingança não é a mesma coisa que Justiça.


Post dedicado á Jessica K. M., de São Paulo

7 Comments:

Blogger H K Merton said...

Pois, é, cara. Pena de morte é um assunto polêmico, ainda mais aqui no Brasil, que todo mundo tem mais "peninha" dos bandidos do que dos chefes de família que são assassinados por eles. Basta ver a rede Globo de TV, por exemplo. Quando um policial mata um bandido, fazem um escândalo. Quando é o contrário, nem tocam no assunto. Por isso é que os bandidos estão "mandando na área".

Forte abraço!

sábado, setembro 23, 2006 6:58:00 PM  
Blogger H K Merton said...

Felipe, gostaria de convidá-lo a fazer uma visita no blog da Lua Nua, o endereço é:

http://aluanua.blogspot.com/

Estamos fazendo alguns debates por lá, e você será muito bem vindo.

sábado, setembro 23, 2006 7:02:00 PM  
Blogger Lua Nua said...

Ih

Eu ia só falar que o Merton te convidou para se chegar no meu espaço e que vc será bem vindo.... Mas....

Não vou te ler agora não, depois te leio com masi calma.

bjs

sábado, setembro 23, 2006 9:26:00 PM  
Blogger Lua Nua said...

Agora sim eu te li, não só sobre a pena de morte, mas todos os posts até o aborto.

Engraçado né? Sua página atualmente começa falando em pena de morte e termina falando em pena de morte também, pois não é o aborto um tipo de pena de morte?

Aproveitei e dei o meu voto: sou a favor apenas no caso que a mãe corre risco de vida. Depois li que o espiritismo não condena nesse caso.

Temos algo em comum, aliás, 2 coisas: somos espíritas e vegetarianos. Não sou vergan totalmente, pois como queijo, ovo, leite e ainda como peixe, mas ter tirado boi, frango e embutidos há 1 anos e meio, já tem me feito bem para o corpo e a alma.

Montei uma camiseta no Corel, vou ver se posto com algo sobre vegetarianismo.

Estarei te linkando também, adorei seu espaço.

Beijos

domingo, setembro 24, 2006 10:43:00 AM  
Anonymous jessicak.^.~ said...

olá Felipe...
adorei vc ter feito uma matéria sobre esse assunto..
bom, na minha concepção, a pena de morte.. é algo inaceitável...
pois a vida é algo precioso que recebemos, e junto com ela..
recebemos o livre harbitrio...
a vida humana não deve ser tratada de forma tão leviana..
não considero racional exterminar a vida de um ser vivo...
para que dessa forma ele pague por algo errado que tenha feito..
devemos considerar extremamente importante e fundamental, em pagar nossos erros em vida...
pois jamais, atraves da morte, conseguimos quitar nossas dividas terrenas..
as pessoas têm que entender que os bandidos têm que ser punidos em vida...
com tratamentos rigorosos..
para que dessa forma eles se conscientizem de seus erros...
caso isso não aconteça..
somente o destino irá resolver...
o tempo de vida de cada corpo terrestre é determinado somente pelo poder divino..
jamais um simples humano pode decidir quando e como eliminar seu semelhante...

domingo, setembro 24, 2006 6:00:00 PM  
Blogger starmaster said...

[h k merton] Pois é, concordo que quando um policial é assassinado por um bandido ninguem tá nem aí, ao mesmo tempo que quando um policial mata um bandido todos ficam indignados, mas ainda assim acho que matar não é a solução para o problema... Afinal (como disse a Jessica) ninguem tem o direito de decidir quando e como uma pessoa vai morrer. Isso só Deus pode escolher. Eu acho que devemos, sim punir os bandidos, mas não com a morte

[Lua Nua] Legal... eu sou vegetáriano há 7 anos... E é muito bom, mesmo

[Jessica] Eu concordo plenamente com tudo o que vc disse. Ninguem tem o direito de interromper a vida de ninguem. Outra coisa é que a vingança não leva á nada

Bjs.

domingo, setembro 24, 2006 6:19:00 PM  
Blogger se melhorar estraga said...

Oi FÊ! Tenho muito orgulho por você ser tão coerente e maduro para assuntos que farão diferença durante toda a sua vida. Me emociono mais ainda por saber que em sua personalidde há um dedinho meu, isso é, de meus ensinamentos e conversas diárias. Continue sempre assim, generoso, sagaz e apaixonado por assuntos que valem a pena. Beijos...

domingo, setembro 24, 2006 8:19:00 PM  

Postar um comentário

<< Home